Anistia Internacional e o compromisso do Brasil com os direitos humanos

Por Raika Julie Moisés

, por ADITAL

"O Brasil tem sido sumamente criticado na ONU devido às contínuas práticas de tortura e cruel uso de condições degradantes dentro do sistema das prisões", afirma Atila Roque, diretor executivo da Anistia Internacional no Brasil.

As Unidades de Polícia Pacificadora, os megaeventos e o impacto das grandes obras na cidade são os principais focos de atenção da Anistia Internacional no Brasil, que recentemente escolheu o Rio de Janeiro para ser sede de seu primeiro escritório fora de Londres.

Nesta entrevista concedida logo após o lançamento do relatório Informe 2012 – Anistia Internacional: O Estado dos Direitos Humanos no Mundo, o diretor executivo da organização, Atila Roque, afirma que "o país precisa reforçar a sua contribuição na promoção dos Direitos Humanos, em especial, no que se refere ao cumprimento de uma agenda de ações práticas que dialogue com a cidadania, democracia e justiça social”.

Leia mais

Nouveautés

Formations

Ressources documentaires

Campagnes

À lire sur les sites des membres

Agenda

Tout l'agenda