Accueil > S’informer > Articles et traductions > Europa: a face desumana da crise

Europa: a face desumana da crise

Por Antonio Barbosa Filho, correspondente na Europa

, por Outras Palavras

Em Portugal, aumentam suicídios e criminalidade. Tecnocrata descobre que culpados pelo desemprego são… os demitidos. Polícia alarma-se com protestos

De um lado, temos os números da crise que afeta Europa e Portugal – e a discussão técnica sobre causas, efeitos e caminhos para contorná-la; de outro, temos as reações das pessoas comuns, compondo um cenário que se pode traduzir numa palavra: perplexidade.

Economistas não atentam muito aos efeitos sociais e individuais de uma política recessiva levada ao extremo, como ocorre em Portugal. Por exemplo, não há nenhum estudo econométrico sobre o aumento da taxa de suicídios em relação a cada ponto percentual de retração do PIB, pelo menos aqui em Portugal. Na Grécia falida já se sabe que os suicídios aumentaram 17% de 2007 para 2009, e dados ainda não oficiais acrescentam uma subida de 25% em 2010. Leia mais

Agenda Tous les événements

S'abonner aux lettres Les dernières lettres

Suivez-nous